Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
28 mai 2009 4 28 /05 /mai /2009 13:24

Não adianta nem tentar me esquecer
Durante muito tempo em sua vida eu vou viver
Detalhes tão pequenos de nós dois
São coisas muito grandes pra esquecer
E a toda hora vão estar presentes, você vai ver

Se um outro cabeludo aparecer na sua rua
E isto lhe trouxer saudades minhas,
A culpa é sua
O ronco barulhento do seu carro
A velha calça desbotada,
Ou coisa assim
Imediatamente você vai lembrar de mim

Eu sei que um outro deve estar falando ao seu ouvido
Palavras de amor como eu falei
mas eu duvido
Duvido que ele tenha tanto amor
E até os erros do meu português ruim
E nessa hora você vai lembrar de mim

A noite envolvida no silêncio do seu quarto
Antes de dormir você procura o meu retrato
Mas da moldura não sou eu quem lhe sorri
Mas você vê o meu sorriso mesmo assim
E tudo isso vai fazer você lembrar de mim

Se alguém tocar seu corpo
Como eu não diga nada
Não vá dizer meu nome
Sem querer à pessoa errada
Pensando ter amor nesse momento
Desesperada você tenta até o fim
E até nesse momento você vai lembrar de mim

Eu sei que esses detalhes vão sumir
Na longa estrada
Do tempo que transforma
Todo amor em quase nada
Mas quase também é mais um detalhe
Um grande amor não vai morrer assim
Por isso de vez em quando você vai lembrar de mim
Tu n'avances plus sans tenter de m'oublier
Pendant longtemps dans ta vie je vais vivre
Les détails si petits de nous deux
Sont des choses très grandes à oublier
Et à toute heure ils vont être présents, tu verras

Si un autre chevelu apparaît dans ta rue
Et si cela te procure de la nostalgie pour moi,
La faute est tienne
Le ronflement de ta voiture
Le vieux pantalon délavé,
Ou d'autre petite chose comme ça
Tu vas te souvenir de moi immédiatement

Je sais qu'un autre dit à ton oreille
Des mots d'amour comme je te disais
Mais je doute
Je doute qu'il ait autant d'amour
Et jusqu'aux erreurs de mon mauvais portugais
Et à cette heure tu vas te souvenir de moi

La nuit passant dans le silence de ta chambre
Avant de dormir tu cherches mon portrait
Mais du cadre ce n'est pas moi qui te sourit
Mais tu vois mon sourire quand même
Et cela va te conduire à te souvenir de moi

Si quelqu'un touche ton corps
Comme moi ne dis rien
Ne dis pas mon nom
Sans vouloir la mauvaise personne
En pensant avoir de l'amour à ce moment
Désespérée tu essayeras jusqu'à la fin
Et jusqu'à cet instant tu te souviendras de moi

Je sais que ces détails vont disparaître
Sur la longue route
Du temps qui transforme
Tout amour en quasiment rien
Mais quasi est aussi un détail
Un grand amour ne va mourir ainsi
C'est pour cela que tu vas te souvenir de moi

Partager cet article

Repost 0
Published by pascal - dans musique
commenter cet article

commentaires